Escola Engenharia > Estruturas > Verga e contraverga

Verga e contraverga

Verga e contraverga são elementos que minimizam o risco de aparecimento de fissuras nas paredes. Confira como dimensioná-los e as normas técnicas a seguir.

Por Caio Pereira • Atualizado em 8 de abril de 2019

Na construção civil, para evitar manifestações patológicas como as fissuras, trincas ou efeitos decorrentes como mofo e umidade, realiza-se a execução de vigas de verga e contraverga. Verga (parte superior) e contraverga (parte inferior) são as regiões logo acima e logo abaixo de uma esquadria. Portas possuem apenas vergas e janelas possuem ambas.

Verga e contraverga
Verga e contraverga. Fonte: Pórtico Studio

Nesses locais, ocorrem concentrações de tensões que podem levar à fissuração. As fissuras podem surgir rapidamente, em períodos a começar de um ano da edificação em uso, propagando-se da alvenaria para o revestimento argamassado e, caso houver, para peças cerâmicas.

Como definir uma solução e dimensionar?

As vergas e contravergas com vigas são uma realidade que está se incorporando às construções brasileiras. O passo mais importante ainda está em serem detalhadas na forma de projetos para produção, considerando os seguintes aspectos:

Uma última orientação importante está na dispensa de vergas em vãos superiores a 50 cm. Algumas edificações são dimensionadas para que as esquadrias tenham contato direto com as vigas de cinta em cada um dos pavimentos, estando ou não alinhadas às portas (que podem ser mais altas do que 2,10 m).

A dispensa da verga incluindo a viga de verga e uma pequena porção de alvenaria entre o topo da esquadria e a viga de cinta representa um ganho de produtividade. Nesse caso, a própria viga de cinta irá assumir a função de viga de verga.

Para vãos abertos grandes (acima de 2,00 ou 2,40 m, variando esse valor por alguns autores) onde não há a viga de cinta e ainda assim é necessário pensar em verga e contraverga, a mesma deve ser dimensionada usando os critérios de norma para vigas convencionais.

Normas técnicas relacionadas às vergas e contravergas

As normas respectivas às vergas e contravergas, que podem ser visualizadas por meio de consulta ao ABNT Catálogo, são as seguintes:

Essa norma se torna aplicável quando se tem os vãos grandes mencionados há pouco. Para os vãos menores, segue-se as recomendações passadas nos itens anteriores, não havendo disposição normativa.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. Verga e contraverga. Escola Engenharia, 2019. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/verga-e-contraverga/. Acesso em: 15 de abril de 2019.

Copiado!

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *