Aprenda 3 DICAS para se tornar um MELHOR engenheiro:

O que é Alvenaria?

Confira tudo sobre alvenaria. Descubra o que é alvenaria, os seus principais tipos e as diferenças entre alvenaria estrutural e alvenaria de vedação.

Alvenaria é um conjunto de tijolos, blocos ou peças sobrepostas coladas por uma argamassa, formando um elemento vertical.

A função deste elemento é resistir a cargas gravitacionais, resistir a impactos, fornecer proteção acústica e térmica aos ambientes, vedar espaços, etc.

Tipos de alvenaria

A alvenaria é dividida entre alvenaria estrutural e alvenaria de vedação (convencional). A principal diferença entre elas é que a alvenaria estrutural, como o nome mesmo diz, tem função estrutural, dispensando o uso de vigas e pilares. Já a alvenaria convencional tem somente a função de vedar os vãos das paredes.

Alvenaria sendo executada
Alvenaria sendo executada (Fonte: Aecweb)

Alvenaria Estrutural

A alvenaria estrutural é um sistema construtivo que une a estrutura e a vedação da edificação. Pode ser feita com blocos cerâmicos, de concreto, sílico-calcário ou concreto celular autoclavado, todos específicos para este fim.

O projeto de alvenaria estrutural deve ser bem detalhado, já compatibilizado com os projetos adicionais como os de instalações hidráulicas e elétricas.

Deve também, determinar os vãos das janelas, elevadores e garagens, de acordo com a medida modular do bloco, objetivando uma obra mais barata, rápida, limpa e sustentável.

Em edificações maiores que 4 pavimentos, é necessário o uso de barras de aço junto com os blocos de alvenaria estrutural. A bitola e a quantidade dessas barras dependerão do número de pavimentos e será definida no projeto estrutural realizado pelo calculista.

Alvenaria Estrutural
Parede em alvenaria estrutural com blocos de concreto

As principais vantagens da alvenaria estrutural são:

  • Rapidez e facilidade de construção.
  • Redução da mão de obra.
  • Maior economia.
  • Maior qualidade na execução.
  • Menor desperdício.

Por outro lado, as desvantagens são:

  • As paredes não podem ser removidas sem recolocar um elemento estrutural para suprir as cargas.
  • Limitações estéticas nos projetos arquitetônicos.
  • Vãos livres limitados.

Na alvenaria estrutural, os blocos mais utilizados são os blocos cerâmicos ou os blocos de concreto. A escolha dependerá do que se encaixar melhor em cada projeto, analisando os preços, o orçamento da obra, as propriedades físicas e térmicas dos materiais, velocidade de execução, etc.

Blocos cerâmicos

O bloco cerâmico possui melhores características térmicas e acústicas. É mais leve e tem dimensões menores que o bloco de concreto. Porém, sua resistência à compressão também é menor.

É mais utilizado no sul do país, devido a cerâmica de boa qualidade e pelo baixo custo, apesar disso, como tem menor aderência à argamassa que o bloco de concreto, demanda mais revestimento, causando um aumento no custo total da obra.

Devido ao menor peso, apresentam maior produtividade na execução das paredes, ou seja, o número de blocos cerâmicos assentados num espaço de tempo é maior que o de blocos de concreto, porém, os blocos cerâmicos são menores, necessitando então, um maior número de blocos para executar a mesma parede, além de serem mais frágeis que os blocos de concreto, necessitando maior cuidado no transporte dentro e fora do canteiro de obras.

Blocos de concreto

O bloco de concreto é o mais utilizado em alvenaria estrutural no Brasil. Sua fabricação é feita por meio de processos de alta tecnologia, garantindo qualidade e melhor acabamento das peças.

Esses blocos são os únicos a ter uma norma brasileira para cálculo de alvenaria estrutural. Eles podem chegar a uma resistência de até 25 MPa, sendo que a norma exige no mínimo 4,5 MPa.

Por haver mais fornecedores deste tipo de material, o mercado é mais competitivo e os preços variam bastante, por isso, é necessário fazer uma pesquisa de mercado para encontrar o bloco com maior qualidade e menor preço.

Recomenda-se produtos que tenham o selo de qualidade da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) que atesta a conformidade dos produtos com as normas brasileiras, diferenciando fabricantes de artefatos de concreto, incluindo nisso, os produtores de blocos de concreto.

Outra forma de saber se o bloco é de qualidade, é analisar se o mesmo tem dimensões regulares, durabilidade, boa aparência e boa resistência.

Alvenaria de vedação

A alvenaria de vedação ou convencional tem função somente de vedar e separar ambientes. Neste caso, é necessário o uso de estruturas como vigas e pilares de concreto armado ou estrutura metálica para a sustentação da edificação.

Esse sistema construtivo é o mais adotado no Brasil. Com ele, as possibilidades estéticas de um projeto são maiores, porém a mão de obra é menos especializada, podendo causar patologias como paredes fora de prumo, nível e esquadro, gerando então, retrabalho, improviso e bastante resíduo.

Alvenaria de vedação
Alvenaria de vedação (Fonte: Pauluzzi)

As vantagens da alvenaria de vedação são:

  • Suporta grandes vãos.
  • Facilita futuras reformas.

Já as principais desvantagens desse tipo de alvenaria são:

  • Maior custo.
  • Maior tempo de execução.
  • Gera muitos resíduos.

Conclusão

Na construção civil há uma gama enorme de sistemas construtivos. Na busca do que se adequará melhor para cada obra, deve-se analisar as particularidades de cada um e os benefícios que eles oferecem.

Tanto com a alvenaria estrutural quanto com a convencional, é possível executar obras de excelente qualidade e custo-benefício, por isso, deve-se avaliar os recursos disponíveis em cada região, sendo eles mão de obra, materiais e também, o tempo disponível para finalizar a obra.

Assim então, com a ajuda de um profissional, saberá definir qual é o melhor método para a construção.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. O que é Alvenaria?. Escola Engenharia, 2017. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/alvenaria/. Acesso em: 20 de Abril de 2018.

O que você achou deste conteúdo? Tem alguma dúvida? Conte nos comentários.

  1. Josyvaldo Ribeiro

    Muito bom o trabalho. Parabéns!!! Ajudou muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *