Aprenda 3 DICAS para se tornar um MELHOR engenheiro:

Telhados

Telhado é o componente utilizado na construção civil a fim de realizar a cobertura de uma casa, prédio ou outra edificação. Tem função de cobrir e proteger a área interna de uma edificação, evitando a entrada de raios solares, água da chuva, vento, e animais, estética pois quando bem desenhado e projetado dá mais beleza à casa e de fazer o isolamento acústico e térmico da casa.

O telhado é composto por telhas inclinadas de forma a conduzir a água da chuva para as calhas e posteriormente para o solo. Pode ser construído com diferentes tipos de telhas de acordo com a necessidade da edificação e serem confeccionados com vários materiais como pedras, madeira, cerâmica, cimento, metal, vidro, etc.

O material destinado a execução de um telhado deve apresentar as seguintes condições:

  • Ser impermeável.
  • Ser resistente.
  • Ser inalterável quanto à forma e peso (com exceção das alterações devido às dilatações e contrações dos materiais.
  • Ser leve.
  • Ter durabilidade.
  • Ter custo razoável.
  • Ser de fácil manutenção.

Partes e componentes de um telhado

Um telhado é composto por vários elementos que têm a função de sustentar e fixar as telhas e transmitir os esforços do telhado para os elementos estruturais. Para facilitar o entendimento, separei as partes de um telhado de madeira e de estrutura metálica.

Telhado de madeira

Partes de um telhado de madeira
Partes de um telhado de madeira

A estrutura de madeira recebe uma armação geralmente feita com o formato de uma tesoura aberta. Sobre esta armação colocam-se os próximos elementos de forma a montar o telhado. Um telhado de madeira é composto por:

  1. Apoio ou berço: É o elemento que faz a ligação de contato entre a estrutura do telhado e o elemento estrutural que suportará o peso do mesmo.
  2. Linha: Viga horizontal que tem a função de resistir aos esforços de tração gerados pelo telhado.
  3. Pendural: Elemento vertical no centro da tesoura que vai desde a superfície da linha até a cumeeira.
  4. Empena ou perna: São as partes inclinadas da tesoura. Definem a declividade do caimento do telhado.
  5. Diagonal ou mão francesa: Geralmente trabalham à compressão. Fazem a ligação entre a perna e a linha.
  6. Chafuz: Ajudam na fixação das terças nas pernas.
  7. Terça: Elementos longitudinais que servirão de apoio para os caibros.
  8. Caibro: Sustentam as ripas.
  9. Ripa: Elementos que receberão as telhas. Devem ser colocadas de forma a garantir que uma pessoa possa passar por entre as ripas.
  10. Beiral: É a parte do telhado que ultrapassa o limite do alinhamento da parede.
  11. Telha: É o elemento utilizado na cobertura dos telhados.
  12. Cumeeira: É, geralmente, o ponto mais alto do telhado. Está localizada no encontro entre duas águas. De acordo com a NBR 8039, a cumeeira deve ser executada com uma argamassa impermeável, insolúvel em água, com capacidade de retenção de água e que garanta uma boa aderência.

Telhado metálico

Partes de um telhado metálico
Partes de um telhado metálico

Um telhado metálico é composto por:

  1. Telha: Cobertura que pode ser de alumínio, aço ou amianto.
  2. Terça: Elemento longitudinal que servirá de apoio para as telhas.
  3. Apoio da terça: Marca a posição das terças e auxilia na sua fixação.
  4. Corrente: Faz o travamento entre as terças, evitando a flambagem horizontal.
  5. Mão francesa: Faz o travamento entre as terças e o arco, evitando a flambagem vertical.
  6. Arco: Treliça metálica que formará a estrutura do telhado.
  7. Tirante: Absorve os esforços horizontais no arco.
  8. Contravento horizontal: São barras instaladas entre as terças em formato de X para evitar o deslocamento horizontal da estrutura do telhado.
  9. Contravento vertical: São barras instaladas entre os pilares da estrutura do telhado de forma a evitar deformações causadas pela ação do vento, principalmente.
  10. Pilar: Elemento estrutural que tem a função de transmitir os esforços do telhado para a fundação. Podem ser feitos com estrutura metálica ou concreto armado.
  11. Bloco: Elemento de fundação que irá transmitir os esforços recebidos pelo pilar para as estacas.
  12. Estaca: Tem a função de transmitir todo o peso da estrutura do telhado para o solo.

Tipos de telhados

O telhado é uma das últimas etapas de construção de uma edificação. Depois de concluída as etapas de fundação e estrutura, parte-se para a execução do projeto do telhado. Um telhado considerado seguro e econômico precisa seguir um passo a passo e normas de execução como em todas as outras etapas da obra.

De acordo com o projeto, o os tipos de telhados podem ser de 1 água, quando há somente um caimento; de 2 águas, quando existem dois caimentos geralmente dividindo a edificação ao meio; de 3 águas, 4 águas ou de várias águas. A quantidade de águas ou caimentos dependerá da opção do arquiteto ou engenheiro quanto à alguma exigência técnica ou apenas estética.

Tipos de telhados
Tipos de telhados

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. Telhados. Escola Engenharia, 2016. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/telhados/. Acesso em: 16 de dezembro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *