O que é Caixa de Gordura?

Uma caixa de gordura é um dispositivo que retém partículas de gordura que poderiam obstruir as tubulações em uma instalação hidrossanitária.

Uma caixa de gordura é um dispositivo que retém partículas de gordura que poderiam obstruir as tubulações em uma instalação hidrossanitária. Ela é instalada recebendo despejos de pias, onde há a manipulação de alimentos. A seguir, saberemos mais sobre como funciona esses dispositivos, seus tipos, como dimensionar e como realizar a limpeza de caixas de gorduras.

É importante lembrar que a caixas de gordura é diferente de uma caixa de inspeção e cada uma possui funcionamento e aplicação diferente.

Como funciona uma caixa de gordura?

Funcionamento de uma caixa de gordura
Funcionamento de uma caixa de gordura

As caixas de gordura devem ser posicionadas recebendo os despejos de pias. Esses despejos irão ocorrer diretamente, no mesmo pavimento, em edifício térreo. Quando houver mais de um andar, deve-se recebê-los separados dos demais, por meio de um tubo de queda.

A NBR 8160 não permite que se instalem caixas de gordura dentro da edificação ou em cada pavimento de um prédio. Essa proibição permite manutenção sem transtornos como sujeira ou odor no interior da residência, melhorando a operação do sistema.

Quando falamos em pias, deve-se entender como o dispositivo onde se manipula alimentos e se lava louças, presente em cozinhas e salões de festas, por exemplo. Divergindo do senso popular, deve-se chamar de lavatório o dispositivo onde se higienizam as mãos (presente em banheiros e lavabos).

Tipos

A caixa de gordura será formada por um tubo receptor, onde entram os despejos. Do outro lado, há um septo não removível (dispositivo formado por uma saída com tubo em diâmetro nominal superior ao da entrada, além de um joelho e outro pequeno tubo voltado para baixo (formando uma saída sifonada).

Pode ser confeccionada em alvenaria com revestimento argamassado. Neste caso, deve-se produzir, também, tampa que permita fechamento e remoção para manutenção.

Outra opção está em comprar caixas de gordura prontas, produzidas em PVC. Tanto escolhendo produzir in loco como comprando, deve-se seguir o volume dimensionado para escolha.

Dimensionamento

Deve-se dimensionar de acordo com o quadro abaixo:

Dimensionamento de caixa de gordura
Dimensionamento de caixa de gordura (Fonte: NBR 8160)

Em caso de serem atendidas mais de doze cozinhas ou estabelecimentos como restaurantes, escolas, quartéis e outros, deve-se dimensionar uma caixa prismática retangular, chamada especial, por meio da equação:

 V = 2N + 20

Onde V é o volume, em litros, da câmara de retenção de gordura e N o número de pessoas que são servidas no turno de maior uso daquela cozinha. A caixa de gordura especial deve possuir altura molhada de 60 cm e distância mínima entre o septo e a saída de 20 cm.

Como limpar uma caixa de gordura?

Ao longo do tempo, uma película de gordura se formará no interior da caixa, em sua porção superior. Similar a uma fossa ou tanque séptico, microrganismos irão depurar aquela matéria orgânica, mas isso ocorre em velocidade inferior à recomposição. Assim, deve-se remover periodicamente esta camada de gordura.

Recomenda-se que seja feita a limpeza num período máximo de seis meses. Ou ainda, na eventualidade de transbordamento (por isso se justifica não haver caixa de gordura no interior da residência).

Para os modelos em plástico, o vídeo a seguir ilustra como pode ser feita a limpeza, sendo que essas caixas em PVC vêm com um cesto que auxilia na remoção:

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 8160: Sistemas prediais de esgoto sanitário – Projeto e execução. Rio de Janeiro, 1999.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. O que é Caixa de Gordura?. Escola Engenharia, 2018. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/caixa-de-gordura/. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *