O que é caixa de inspeção?

Saiba o que é uma caixa de inspeção e conheça como funciona e os procedimentos para realizar a limpeza desse dispositivo.

As caixas de inspeção são elementos de um sistema coletor de esgoto sanitário que possuem a função de descontinuar as tubulações, facilitando operações de limpeza e desobstrução. Elas são aplicadas em determinados trechos do coletor, sendo sempre externas à edificação.

A seguir, iremos comentar como posicionar as caixas de inspeção. Isso irá depender da disposição da tubulação de esgoto no interior da residência, mudanças de direção e declividade, dentre outros aspectos.

Funcionamento e projeto

Primeiramente, devemos saber de que material serão confeccionadas as caixas de inspeção. Há dois tipos possíveis: moldada in loco, em alvenaria, com tampa em concreto e fundo alisado argamassado e leve declividade; ou ainda o modelo plástico (vendido pelos principais fabricantes de tubos de PVC).

Caixa de inspeção de PVC
Caixa de inspeção de PVC

O tipo de caixa de inspeção irá definir o formato das entradas. Se de alvenaria, permite entradas em todas as direções e uma única saída, enquanto que caixas de inspeção prontas possuem três entradas perpendiculares entre si e uma saída. Ambas possuem tampas de fechamento hermético, mas removíveis.

Sabendo o material da caixa e conhecendo a geometria dos coletores de esgoto internos à edificação, pode ser necessário ajustá-la. Feito isso, deve-se dispor caixas de inspeção seguindo essas regras:

  • Distância entre elas não superior a 25 m.
  • Distância entre a última caixa e o coletor da rede pública de esgoto de até 15 m.
  • Até 10 m de distância de ramais de esgoto de vasos sanitários, caixas sifonadas ou mesmo caixas de gordura.
  • Em mudanças de declividade ou junções entre diversos ramais de esgoto.
  • Pode-se mudar de direção no coletor externo apenas uma vez entre caixas de inspeção, respeitadas as distâncias máximas, usando curvas de raio longo de 45° ou 90°.
  • Recomenda-se colocar uma caixa de inspeção pouco antes dos despejos nos sistemas individuais de tratamento (fossa, filtro e sumidouro). Assim, caso a rede coletora de esgoto passe a atender aquele local, pode-se isolar o sistema antigo e, a partir dali, ligar ao sistema coletor público.

Estas caixas que foram dispostas ao longo do coletor predial irão servir para fazer desobstruções (popular desentupimento), sem maiores percalços. Seu fundo possuirá declividade o suficiente para provocar o escoamento dos dejetos, pois caixas de inspeção funcionam como locais de passagem, não de acumulação e tratamento de dejetos.

Como limpar?

O serviço de limpeza pode ser realizado com o uso de equipamentos mecânicos. Por isso, não se recomenda confeccionar caixas de inspeção em alvenaria muito pequenas (inferiores a 0,60 x 0,60 m, com profundidade variável).

Espera-se que não haja obstruções nas caixas, pois não são locais de acumulação, mas elas podem ocorrer, ou haver algum local que aponta haver obstrução nas tubulações. Assim, recomenda-se fazer manutenção e possível limpeza a cada seis meses.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. O que é caixa de inspeção?. Escola Engenharia, 2018. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/caixa-de-inspecao/. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *