Concreto Protendido: O que é, como é feito, vantagens e desvantagens

O concreto protendido é o meio mais utilizado para aumentar a resistência à tração do concreto. Confira o que é o concreto protendido e sua principais vantagens e desvantagens.

O que é concreto protendido?

O concreto protendido é o meio mais utilizado para aumentar a resistência à tração do concreto. Este método construtivo tem como objetivo melhorar o desempenho das estruturas utilizando todo o potencial do concreto à compressão, deixando os esforços de tração para a armadura.

A resistência à tração do concreto é muito menor que a resistência à compressão do concreto, ficando na ordem de apenas 10%, valor que normalmente é desprezado nos cálculos estruturais.

O uso do concreto protendido é bastante relevante em estruturas em que os esforços de flexão são elevados, já que este procedimento é utilizado para que a resistência do concreto seja maior.

Como é feita a protensão do concreto?

O processo de protensão do concreto consiste em aplicar tensão nos cabos de aço antes da cura do concreto. A armadura sofre um pré-alongamento e produz um sistema autoequilibrado de esforços, sendo esse sistema a tração no aço e a compressão no concreto, aumentando a resistência do material sem grandes impactos de ações externas.

Laje em concreto protendido
Laje em concreto protendido (Fonte: Tecnosil)

Há dois tipos de protensão no mercado, a protensão aderente e a protensão não-aderente. A protensão aderente compõe-se pelo uso de cabos em bainhas metálicas, podendo essas serem lisas ou onduladas, em que se faz a injeção da calda de cimento, sendo possível ganhar o tanto de aderência que é preciso no sistema. A protensão não-aderente consiste na utilização de cabos engraxados e cobertos por bainhas de polietileno ou polipropileno, os dois de alta aderência, proporcionando proteção contra corrosão.

Vantagens do concreto protendido

O concreto protendido pode ser empregado em diversas edificações, desde obras de arte, como pontes, viadutos, e até em obras de pequeno e médio porte. As vantagens do concreto protendido são:

  • Possibilidade de grandes vãos, pois a laje de concreto protendido consegue vencer vãos que o concreto armado usual não venceria.
  • Maior variedade de layout no projeto arquitetônico, já que há maior distância entre os pilares.
  • Menor peso estrutural, pois as lajes são esbeltas, fato que diminui o carregamento da fundação da edificação.
  • Economia de concreto e aço, em função da utilização da seção transversal plena e por serem utilizados aço e concreto de maior resistência.
  • Redução do tempo de construção, devido a facilidade de execução e o reaproveitamento das formas, e também, porque na maioria das vezes não é necessário a utilização de vigas na estrutura.
  • Redução das tensões de tração provocadas pela flexão e pelos esforços cortantes aplicadas nas lajes.
  • Maior controle tecnológico durante a execução.
  • Redução de deformações e fissurações.
  • Pode ser utilizado para a recuperação e reforço de estruturas comprometidas.

Desvantagens do concreto protendido

As desvantagens do concreto protendido são:

  • Falta de mão de obra especializada.
  • Conforme a geometria da estrutura, esta técnica pode ser inviável.
  • É preciso concreto de alta resistência, o que nem sempre é possível conseguir devido ao seu custo mais elevado ou indisponibilidade no local da obra.
  • Boa qualidade do concreto durante a produção, a execução e compactação, o que necessita maiores cuidados.
  • Requer aço de alta resistência, o que custa até 3 vezes mais que o aço comum utilizado no concreto armado.
  • Requer bastante supervisão durante todas as fases da construção.

Conclusão

O mercado da construção civil está sempre em desenvolvimento e cada vez mais competitivo. Os engenheiros e donos de empreiteiras procuram formas de obter edificações de maior qualidade com maior produtividade e melhor custo-benefício. Com esse desenvolvimento constante, fica cada vez mais difícil obter os mesmos resultados utilizando sistemas construtivos tradicionais e usuais.

O concreto protendido possibilita a construção de edificações mais eficientes. As chances de retrabalhos durante a execução da estrutura são muito pequenas em relação às obras convencionais, além da obra ser mais limpa, segura e rápida.

No Brasil, a cada ano que passa, novas empresas especializadas nessa tecnologia ganham espaço no mercado. É um campo muito promissor, já que as edificações ficam cada vez mais esbeltas e os consumidores cada vez mais exigentes.

Historicamente, a protensão foi utilizada no Brasil pela primeira vez em 1949, na construção de uma ponte no Rio de Janeiro, desde então, a frequência com que é utilizado só foi aumentando, principalmente em lajes. O uso dessa técnica em lajes assegura um controle efetivo às flechas, deixando quase nula a ocorrência de fissuras, alcançando então, uma estrutura de excelente qualidade e grande durabilidade.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. Concreto Protendido: O que é, como é feito, vantagens e desvantagens. Escola Engenharia, 2018. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/concreto-protendido/. Acesso em: 13 de outubro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *