O que é Concreto Celular?

O concreto celular é um tipo de concreto leve que possui grande quantidade de vazios devido a sua estrutura porosa. Confira o que é concreto celular e sua principais vantagens e desvantagens.

O concreto celular é um tipo de concreto que faz parte dos concretos denominados leves e se caracteriza por ser bastante espumoso e poroso, devido à grande quantidade de vazios que possui.

A principal contribuição do concreto celular para a tecnologia do concreto é a capacidade de controlar a densidade que é alcançada por meio da adição de uma quantidade calculada de espuma na mistura de água e cimento, podendo conter ou não, areia ou outro tipo de agregado. No lugar da espuma, pode ser acrescentado um aditivo que sirva de agente expansor na mistura. Deste modo, a densidade do concreto celular é muito menor que a do concreto convencional, ficando em torno de 300 a 1920 kg/m³, enquanto a do convencional varia de 2300 a 2500kg/m³.

Estas características tornam o concreto celular uma ótima opção de material para ser utilizado como bloco, com a finalidade de vedar vãos, preencher lajes nervuradas, e também, quando armado, pode ser utilizado como parede e laje.

Parede feita com blocos de concreto celular
Parede feita com blocos de concreto celular

Vantagens do concreto celular

As principais vantagens do concreto celular são:

  • Leveza: esta é a principal característica e principal vantagem do concreto celular, isto ocorre devido a presença de poros na peça, ocasionando uma grande fração de vazios em cada bloco, diminuindo então o seu peso.
  • Ótimo desempenho térmico: este concreto apresenta melhores características térmicas que o concreto convencional, o que o torna um melhor material vedante para edificações.
  • Ótimo desempenho acústico: o concreto celular também apresenta melhores características acústicas que o concreto convencional, esta vantagem, juntamente com a anterior, aumentam o índice de habitabilidade da edificação.
  • Redução da quantidade de concreto: como garante estruturas mais leves, a utilização do concreto celular diminui em até 30% o consumo de concreto na obra, pois o peso da edificação será menor, não necessitando de estruturas muito espessas e robustas.
  • Redução de custos totais: com a redução do peso, redução do consumo de concreto, facilidade de manuseio e maior agilidade e velocidade de trabalho, o uso do concreto celular propicia menores custos na obra.
  • Resistência ao fogo: este concreto também apresenta ótimas características em relação a combustibilidade, não sendo inflamável.

Desvantagens do concreto celular

As principais desvantagens do concreto celular são:

  • Perda de desempenho mecânico: como apresenta grande índice de poros devido a utilização da espuma em sua mistura, o concreto celular acaba perdendo propriedades mecânicas, reduzindo então, a sua capacidade de resistência à compressão.
  • Baixo módulo de elasticidade: devido à redução ou eliminação do uso de agregados rígidos, é correto afirmar que o concreto celular tem um menor módulo de elasticidade que o concreto convencional. Isso pode gerar maior deformação nas peças.
  • Maior custo de produção: a produção do concreto celular tem maior custo que a do concreto convencional devido ao uso de agente expansor ou aditivos em sua mistura. Desse modo, apesar de ser produzida de forma similar, o custo acaba sendo maior.

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. O que é Concreto Celular?. Escola Engenharia, 2018. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/concreto-celular/. Acesso em: 21 de agosto de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *