Escola Engenharia > Sistemas Construtivos > Bloco de concreto: Tipos, dimensões e como estocar

Bloco de concreto: Tipos, dimensões e como estocar

Blocos de concreto são componentes usados pavimentação, vedação vertical ou podem possuir função estrutural. Confira seus principais tipos e dimensões.

Por Caio Pereira • Atualizado em 8 de abril de 2019

Blocos de concreto são componentes usados em construções para pavimentação, vedação vertical (paredes e muros) ou ainda podem possuir função estrutural. A depender de cada função, terão formatos e especificações distintas.

Blocos de concreto paletizados

Blocos de concreto paletizados

Os blocos de concreto, quando apresentam função estrutural, conferem certa limitação ao projeto de edificações residenciais multifamiliares. Para uso em vedações como bloco comum, respeitadas suas particularidades, podem ser usados até mesmo em obras de grande porte como shopping centers. Já em pavimentação, podem ser usados tanto no entorno das edificações, como em calçadas, praças e vias públicas.

Tipos de blocos de concreto

Blocos de concreto estruturais

Os blocos de concreto estruturais são produzidos de forma a garantir resistências mecânicas à compressão por meio de processo de vibroprensagem com cura úmida.

Possuem acabamento superior, com faces planas e uniformidade. Essa característica, aliada à maior qualidade de assentamento, confere menores camadas de revestimentos de argamassas, bem como é requisito obrigatório dos sistemas construtivos com alvenaria estrutural, onde cada bloco resiste às cargas solicitantes.

Em dúvida? Leia mais sobre alvenaria estrutural.

Por outro lado, os blocos estruturais possuem áreas de face grandes, o que é bom em termos de produtividade e são pesados, dificultando o manuseio e refletindo negativamente na mesma produtividade de assentamento.

Os modelos de blocos estruturais variam de acordo com o posicionamento no pavimento e a fiada. Na execução, devem ser feitos projetos para produção com a primeira e segunda fiadas, bem como outras condições específicas como acima do peitoril das janelas, nas vergas e respaldos.

Os projetos deverão especificar a capacidade de carga dos blocos e seus tipos, dentre os quais podem ser: bloco comum, meio bloco, bloco para instalações, bloco 45º, blocos canaleta, blocos para arrimo e blocos pastilha. Os blocos canaleta servem para a execução das vigas de cinta, servindo como forma e acabamento, vedando o perímetro de cada pavimento.

Bloco comum para vedação

É um tipo de bloco usado para aplicações que exigem baixa ou nenhuma capacidade de suporte, como muros divisórios de edificações ou alvenaria de vedação com suporte em estrutura de concreto armado. Geralmente é mais poroso e possui acabamento de menor qualidade e possui área de face tão grande quanto o estrutural.

Ainda é possível a utilização de blocos de solo-cimento em determinadas aplicações. Entretanto, até as normas técnicas já afirmam que esse uso não pode ocorrer com finalidade estrutural.

Blocos para pavimentação

São comumente chamados de pavers ou pisos intertravados. Apresentam benefícios como a modularidade, reduzir ou facilitar algumas formas de manutenção, reaproveitamento e muitas outras.

Dimensões de blocos de concreto

Família 20 x 40 15 x 40 15 x 30 12,5 x 40 12,5 x 25 12,5 x 37,5 10 x 40 10x 30 7,5 x 40
Largura 190 140 140 115 115 115 90 90 65
Altura 190 190 190 190 190 190 190 190 190
Inteiro 390 390 290 390 240 365 390 290 390
Meio 190 190 140 190 115 190 140 190
2/3 240 190
1/3 115 90
Amarração “L” 340
Amarração “T” 540 440 365 290
Compensador A 90 90 90 90 90
Compensador B 40 40 40 40 40
Canaleta inteira 390 390 290 390 240 365 390 290
Meia Canaleta 190 190 140 190 115 190 140

Fonte: Mapa da Obra

Como estocar e armazenar blocos de concreto

A estocagem dos blocos dependerá do local de utilização e da finalidade. Para obras que já estão em execução, os blocos de concreto comuns podem ser entregues em paletes e serem armazenados no local de uso, no próprio palete preferencialmente, ou em pequenas pilhas – o que demanda mais mão de obra, mas pode ser útil em espaços mais reduzidos.

Já em obras maiores, é preciso ter cuidado maior com a gestão do material. Os blocos estruturais são dimensionados pelos projetistas de acordo com a carga que precisam suportar. Assim, de forma semelhante ao que ocorre com a seção dos pilares em edifícios de concreto armado, pode-se ter um elemento estrutural de menor capacidade de carga nos pavimentos superiores, gerando economia.

Ou seja, os blocos de maior resistência mecânica devem ser utilizados nos primeiros pavimentos, com diminuição gradativa até o último pavimento. Esteticamente, eles não irão trazer diferença visual aos assentadores, sendo importante o manejo adequado do conjunto de blocos, sem retirar dos paletes, ou que alguém o faça quando não houver grua com o devido controle e organização no canteiro de obras.

Pilaretes

A alvenaria estrutural baseia-se em blocos com função estrutural, o que não quer dizer que não haja elementos em concreto armado. Além das vigas de cinta e lajes antes mencionadas, pode haver pilaretes, que são vazios dos blocos que são preenchidos com concreto e armadura, em pontos específicos das paredes.

Normas técnicas relacionadas aos blocos de concreto

As normas respectivas aos blocos de concreto, que podem ser visualizadas por meio de consulta ao ABNT Catálogo, são as seguintes:

Quer citar este artigo em seu trabalho? Utilize o modelo abaixo:

PEREIRA, Caio. Bloco de concreto: Tipos, dimensões e como estocar. Escola Engenharia, 2019. Disponível em: https://www.escolaengenharia.com.br/bloco-de-concreto/. Acesso em: 17 de maio de 2024.

Copiado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *